Show da Cidade

Das 13:00:00 às 16:00:00
Com: Elimar Silva

Em Anápolis, governo entrega 420 casas e confirma manutenção do cheque habitacional

Governador garantiu que serão entregues mais duas mil moradias até o fim do ano. “Essa é a política do nosso governo, ajudar pessoas”, disse
01/07/2019 as 15:03

A salgadeira Aparecida Pedro Marques é visionária. Mal chegou à casa nova para vistoria e se encheu de planos. "Aqui vou construir uma lanchonete", imaginou, olhando para o quintal de esquina. Ela e outras 419 famílias pegaram as chaves da casa própria neste último sábado, dia 29. O Residencial do Cerrado, localizado próximo ao Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), é fruto de uma parceria entre o Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), e o governo federal, via Caixa Econômica.

Família beneficiada com moradia no Residencial do Cerrado, em Anápolis. Na imagem um casal mais jovem,um casal da terceira idade e uma garotinha de aproximadamente  oio anos. Ao fundo as casas do residencial na cor bege.

Aparecida foi buscar as chaves acompanhada do marido, Leandro de Oliveira Alves, e dos padrinhos. Fez questão de entrar com o pé direito, afinal, trata-se da primeira residência própria. Até aqui, havia morado de favor e de aluguel. De repente, além de um lar, ela enxerga oportunidade de empreender. "Já trabalhei muito tempo em restaurante, está na hora de abrir meu próprio negócio. E vai ser aqui, ao lado da minha casa", disse, com sorriso no rosto e olhos marejados.

Na entrega das casas, o governador Ronaldo Caiado anunciou que o Estado vai continuar construindo e realizando sonhos. “Confirmo que vamos manter esse cheque, que é dado para que o cidadão tenha condições de adquirir sua casa e depois pagar uma pequena parcela à Caixa”, disse. No caso do residencial de Anápolis, o governo estadual investiu R$ 6,3 milhões, destinando R$ 15 mil para cada família que se encaixa nos requisitos do programa estadual de habitação e interesse social. A média da prestação do financiamento é de R$ 500.


O governador cumprimentou várias famílias e fez questão de conhecer uma das casas por dentro, acompanhado dos donos, Liandra e Weslley Pereira. Natural do Pará, o casal encontrou em Anápolis a oportunidade de ter um lar. “Esse jovem casal, com a filha de sete meses, já adquiriu a casa própria. Isso é uma conquista inimaginável. Essa é a política do nosso governo, ajudar pessoas”, disse Caiado. “Voltar para o Pará, só se for a passeio ou para tomar açaí”, brincou Weslley. “Nossa casa, agora, é aqui”, completou.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, também deu uma boa notícia à família que está de mudança para o Residencial do Cerrado. “A partir de janeiro estará funcionando uma nova creche aqui da região”, disse. Na sequência, o governador, que estava acompanhado do deputado federal José Mário Schreiner e por representantes da Caixa, ressaltou que essa parceria entre os governos municipal, estadual e federal só tem a acrescentar na vida das pessoas.

A entrega do residencial faz parte da agenda de benefícios que marcam os seis meses da atual administração. Caiado afirmou, durante a solenidade em Anápolis, que vai “continuar levando residência a todos os goianos. Até o final do ano, mais duas mil casas serão entregues, essa é a meta”.

Presidente da Agehab, Eurípedes do Carmo lembrou que é o terceiro empreendimento entregue pelo governo Caiado desde abril - os outros dois são em Valparaíso e Bonfinópolis. “Com determinação do governador, demos prioridade às obras que estavam paralisadas. Destravamos seis empreendimentos e reiniciamos as construções, que estão a todo vapor”, informou. Segundo o cronograma da Agehab, há outras cinco mil residências a serem contratadas em breve.

O Residencial do Cerrado concluiu, neste sábado, a entrega de 354 moradias da etapa I e 66 moradias da II. Bem localizado, o conjunto habitacional recebeu investimento total de R$ 47,5 milhões, dos quais R$ 13 milhões destinados a obras de infraestrutura, como asfalto, esgoto e energia. As casas do Cerrado I são de 50,88 m² e as do II de 59 m², com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.


Fonte: Governo do Estado de Goiás