Show da Cidade

Das 13:00:00 às 16:00:00
Com: Jhonatan Rodrigues & Cibelly Lima

TOP 10

1

Batom De Cereja

Israel & Rodolffo
2

Facas

Diego & Victor Hugo, Bruno & Marrone
3

Despedida De Casal

Gustavo Mioto
4

Foi Pá Pum

Simone e Simaria
5

Último Beijo

Bruno & Marrone e Wesley Safadão
6

Alô Ambev

Zé Neto e Cristiano
7

Pulei na Piscina

Guilherme e Benuto
8

Lance Individual

Jorge & Mateus
9

Troca de Calçada

Marília Mendonça
10

Café e Amor

Gusttavo Lima

Batom De Cereja - Israel & Rodolffo


Parei, pensei
Quase travei
Será que agora eu vou passar a vez
Será que eu vou ficar de boa
Pegando outra e vendo você ficar com outra pessoa?

Não vou, não
Já dispensei a gata que eu tava
Eu vim aqui foi pra beber e passar raiva
Tô sofrendo na night
Cê tá batendo muito mais que o grave

Enquanto o som do paredão toca
Cê gasta o seu batom de cereja
Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija

Enquanto o som do paredão toca
Cê gasta o seu batom de cereja
Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija

Não vou, não
Já dispensei a gata que eu tava
Eu vim aqui foi pra beber e passar raiva
Tô sofrendo na night
Cê tá batendo muito mais que o grave

Enquanto o som do paredão toca
Cê gasta o seu batom de cereja
Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija

Enquanto o som do paredão toca
Cê gasta o seu batom de cereja
Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija

Enquanto o som do paredão toca
Cê gasta o seu batom de cereja
Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija

Enquanto o som do paredão toca
Cê gasta o seu batom de cereja
Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija

Eu bebo, cê beija
Eu bebo, cê beija


Facas - Diego & Victor Hugo, Bruno & Marrone


Primeiramente guarde suas armas
Já me machuca tanto as suas palavras
Eu tô querendo uma conversa civilizada

Sei que tá esperando uma crítica
Mas tô correndo dessa briga
Hoje não tem vilão, hoje não tem vítima
Não tem plateia, não tem bebida

Você com raiva, me atacando
E eu só com um beijo dou o troco
Cê sabe que a gente não tem moral
Pra viver longe um do outro

Como se duas facas se riscassem procurando o corte
São dois corações disputando quem é o mais forte

Você com raiva, me atacando
E eu só com um beijo dou o troco
Cê sabe que a gente não tem moral
Pra viver longe um do outro

Como se duas facas se riscassem procurando o corte
São dois corações disputando quem é o mais forte

Primeiramente guarde suas armas
Já me machuca tanto as suas palavras
Eu tô querendo uma conversa civilizada

Sei que tá esperando uma crítica
Mas tô correndo dessa briga
Hoje não tem vilão, hoje não tem vítima
Não tem plateia, não tem bebida

Você com raiva, me atacando
E eu só com um beijo dou o troco
Cê sabe que a gente não tem moral
Pra viver longe um do outro

Como se duas facas se riscassem procurando o corte
São dois corações disputando quem é o mais forte

Você com raiva, me atacando
E eu só com um beijo dou o troco
Cê sabe que a gente não tem moral
Pra viver longe um do outro

Como se duas facas se riscassem procurando o corte
São dois corações disputando quem é o mais forte
São dois corações disputando quem é o mais forte


Despedida De Casal - Gustavo Mioto


Mesa pra dois num restaurante chique
Vinho chileno, na entrada um ceviche
Toda cheirosa, fez até penteado
Batom vermelho e vestido colado

Ela passou a noite sorrindo
Falou que eu tava lindo
Queria que a noite fosse inesquecível
E foi

Foi nosso jantar à luz de adeus
Nossa despedida de casal
Ela terminou sem derramar nenhuma lágrima
E eu ainda não digeri esse final

Foi nosso jantar à luz de adeus
Nossa despedida de casal
Ela terminou sem derramar nenhuma lágrima
E eu ainda não digeri esse final

Tá engasgado aqui aquele tchau

Mesa pra dois num restaurante chique
Vinho chileno, na entrada um ceviche
Toda cheirosa, fez até penteado
Batom vermelho e vestido colado

Ela passou a noite sorrindo
Falou que eu tava lindo
Queria que a noite fosse inesquecível
E foi

Foi nosso jantar à luz de adeus
Nossa despedida de casal
Ela terminou sem derramar nenhuma lágrima
E eu ainda não digeri esse final

Foi nosso jantar à luz de adeus
Nossa despedida de casal
Ela terminou sem derramar nenhuma lágrima
E eu ainda não digeri esse final

Tá engasgado aqui aquele tchau


Foi Pá Pum - Simone e Simaria


É claro que pra mim doeu
No lugar de um: Eu te amo
Ouvindo a tua boca me dizendo: Adeus
E sem contar no medo que deu
De não arrumar ninguém
E de ficar refém do que nem é mais meu

Achei que ia morrer de amor
Que não ia superar ser ex
Achei que meu mundo acabou
Mas eu só achei

Esquecer você não deu trabalho nenhum
Foi um beijo na boca, um amasso bem dado
E acabou, foi pá, pum
Foi pá, pum
E o jogo virou, pá, pum
Coração superou, pá, pum
Não tá mais aqui quem sofria de amor

Esquecer você não deu trabalho nenhum
Foi um beijo na boca, um amasso bem dado
E acabou, foi pá, pum
Foi pá, pum
E o jogo virou, pá, pum
Coração superou, pá, pum
Não tá mais aqui quem sofria de amor

E sem contar no medo que deu
De não arrumar ninguém
E de ficar refém do que nem é mais meu

Achei que ia morrer de amor
Que não ia superar ser ex
Achei que meu mundo acabou
Mas eu só achei

Esquecer você não deu trabalho nenhum
Foi um beijo na boca, um amasso bem dado
E acabou, foi pá, pum
Foi pá, pum
E o jogo virou, pá, pum
Coração superou, pá, pum
Não tá mais aqui quem sofria de amor

Esquecer você não deu trabalho nenhum
Foi um beijo na boca, um amasso bem dado
E acabou, foi pá, pum
Foi pá, pum
E o jogo virou, pá, pum
Coração superou, pá, pum
Não tá mais aqui quem sofria de amor


Último Beijo - Bruno & Marrone e Wesley Safadão


Eu sei o que você deve tá pensando agora
Seu celular vibrando assim, a essa hora
Na sua tela tá escrito: Ex, não atender

Se eu tô bebendo agora? Eu tô
Se eu tô te esquecendo? Eu tô
E foram tantas recaídas, idas e vindas
Atende aí a minha despedida

Alô, meu último amor
Só tô ligando pra dizer que acabou
Alô, meu último beijo
Eu misturei bebida e sentimento
Eu não queria, mas tô te querendo

Alô, meu último amor
Só tô ligando pra dizer que acabou
Alô, meu último beijo
Eu misturei bebida e sentimento
Eu não queria, mas tô te querendo

Alô, alô


Se eu tô bebendo agora? Eu tô
Se eu tô te esquecendo? Eu tô
Foram tantas recaídas, idas e vindas
Atende aí a minha despedida

Alô, meu último amor
Eu só tô ligando pra dizer que acabou
Alô, meu último beijo
Eu misturei bebida e sentimento
Eu não queria, mas tô te querendo

Alô, meu último amor
Eu só tô ligando pra dizer que acabou
Alô, meu último beijo
Eu misturei bebida e sentimento
Eu não queria, mas tô te querendo

Alô, alô

Alô Ambev - Zé Neto e Cristiano


No início foi assim
Terminou 'tá terminado
Cada um pro seu lado
Não precisa ligar mais
Só que foi eu quem terminou
E quem foi largado não espera
Eu segui minha vida
Até ela começar seguir a dela
E do meio pro final
Eu só ia pra onde ela 'tava
Cada beijo no rosto que outra boca dava
Eu morria de raiva
E ela 'tava mais linda
Cada vez que eu olhava
O ciúme não 'tava batendo
'Tava dando porrada
E eu implorei pra voltar
E ela me matou na unha
Disse que eu 'tava solteiro
Eu 'tava solteiro porra nenhuma
Implorei pra voltar
Não me manda embora
Sou preso na sua vida
Era só liberdade provisória
Vai ter que me aceitar de volta
Ah, ah, ah, ah, ah, ah
E do meio pro final
Eu só ia pra onde ela 'tava
Cada beijo no rosto que outra boca dava
Eu morria de raiva
E ela 'tava mais linda
Cada vez que eu olhava
O ciúme não 'tava batendo
'Tava dando porrada
E eu implorei pra voltar
E ela me matou na unha
Disse que eu 'tava solteiro
Eu 'tava solteiro porra nenhuma
Implorei pra voltar
Não me manda embora
Sou preso na sua vida
Era só liberdade provisória
Vai ter que me aceitar de volta
Ah, ah, ah, ah, ah, ah
Eu implorei pra voltar
E ela me matou na unha
Disse que eu 'tava solteiro
Eu 'tava solteiro porra nenhuma
Eu implorei pra voltar
Não me manda embora
Sou preso na sua vida
Era só liberdade provisória
Vai ter que me aceitar de volta
Ah, ah, ah, ah, ah, ah
Vai ter que me aceitar de volta
Ah, ah, ah, ah, ah, ah


Pulei na Piscina - Guilherme e Benuto


Pode vir 'tá de boa
Que hoje ela não vem
Disse um amigo meu, pra me tranquilizar
'Cê 'tá precisando sair, precisando esquecer
Hoje é piscina e churrasco, só traz o que 'cê for beber

Chegando lá, algum filho da mãe também chamou ela pra ir
E ela foi com outro
E eu que não sou de levar sofrimento pra casa
Quando ela foi dar um beijo nele
A vista embaçou e eu não vi mais nada

Pulei na piscina, chorei disfarçado
Só pra ninguém ver os meus olhos molhados
Pulei na piscina tão desesperado
Que quando eu caí foi mágoa pra todo lado

Pulei na piscina, chorei disfarçado
Só pra ninguém ver os meus olhos molhados
Pulei na piscina tão desesperado
Que quando eu caí foi mágoa pra todo lado

Pra ver se esse amor morre afogado, oh oh oh

Chegando lá, algum filho da mãe também chamou ela pra ir
E ela foi com outro
E eu que não sou de levar sofrimento pra casa
Quando ela foi dar um beijo nele
A vista embaçou e eu não vi mais nada!

Pulei na piscina, chorei disfarçado
Só pra ninguém ver os meus olhos molhados
Pulei na piscina tão desesperado
Que quando eu caí foi mágoa pra todo lado

Pulei, chorei disfarçado
Só pra ninguém ver os meus olhos molhados
Pulei na piscina tão desesperado
Que quando eu caí foi mágoa

Pulei na piscina, chorei disfarçado
Só pra ninguém ver os meus olhos molhados
Pulei na piscina tão desesperado
Quando eu caí foi mágoa pra todo lado
Pra ver se esse amor morre afogado

Lance Individual - Jorge & Mateus


Já namorou ou noivou
Já morou junto, largou
Já conheci sua mãe, o seu pai, seu avô

Já adotamos um cachorro
Já teve a senha um do outro
E não dá nem pra negar
Que os nossos pega é de outro mundo
Mas a gente já tentou de tudo

A gente já tentou de tudo pra ser um casal
Mas já saquei que o nosso lance é individual
Cê na sua, eu na minha
Deu saudade, campainha
Eu entro no seu quarto
Mas não entro na sua vida

A gente já tentou de tudo pra ser um casal
Mas já saquei que o nosso lance é individual
Cê na sua, eu na minha
Deu saudade, campainha
Eu entro no seu quarto
Mas não entro na sua vida

Já namorou ou noivou
Já morou junto, largou
Já conheci sua mãe, o seu pai, seu avô

Já adotamos um cachorro
Já teve a senha um do outro
E não dá nem pra negar
Que os nossos pega é de outro mundo
Mas a gente já tentou de tudo

A gente já tentou de tudo pra ser um casal
Mas já saquei que o nosso lance é individual
Cê na sua, eu na minha
Deu saudade, campainha
Eu entro no seu quarto
Mas não entro na sua vida

A gente já tentou de tudo pra ser um casal
Mas já saquei que o nosso lance é individual
Cê na sua, eu na minha
Deu saudade, campainha
Eu entro no seu quarto
Mas não entro na sua vida

Eu entro no seu quarto
Mas não entro na sua vida
Eu entro no seu quarto
Mas não entro na sua vida


Troca de Calçada - Marília Mendonça


Se alguém passar por ela
Fique em silêncio, não aponte o dedo
Não julgue tão cedo
Ela tem motivos pra estar desse jeito
Isso é preconceito

Viveu tanto desprezo
Que até Deus duvida e chora lá de cima
Era só uma menina
Que dedicou a vida a amores de quinta

É claro que ela já sonhou em se casar um dia
Não estava nos planos ser vergonha pra família
Cada um que passou levou um pouco da sua vida
E o resto que sobrou ela vende na esquina

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Maquiagem a prova da d'água

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Só que amar dói muito mais
Do que um nojo na sua cara

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Salto 15 e minissaia

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Mas se soubesse um terço da história
Me abraçava e não me apedrejava

É claro que ela já sonhou em se casar um dia
Não estava nos planos ser vergonha pra família
Cada um que passou levou um pouco da sua vida
E o resto que sobrou ela vende na esquina

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Maquiagem a prova da d'água

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Só que amar dói muito mais
Do que um nojo na sua cara

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Salto 15 e minissaia

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Mas se soubesse um terço da história
Me abraçava e não me apedrejava

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Mas se soubesse um terço da história
Me abraçava e não me apedrejava


Café e Amor - Gusttavo Lima


Não vou te obrigar
A ficar aqui
Tá ruim pra você
E não tá bom pra mim

Já percebeu
Que quando cê sorri o motivo não é mais eu?
Que quando eu tô feliz, é porque o meu time venceu?
Ou coisa parecida
Não tem nada a ver com a nossa vida

Melhor terminar
Cada um por si
Um ponto final
Ás vezes é o começo e não o fim

Melhor terminar
Não tem mais arrepio
Café e amor
São duas coisas que não servem frio

Melhor terminar
Cada um por si
Um ponto final
Ás vezes é o começo e não o fim

Melhor terminar
Não tem mais arrepio
Café e amor
São duas coisas que não servem frio

Já percebeu
Que quando cê sorri o motivo não é mais eu?
Que quando eu tô feliz, é porque o meu time venceu?
Ou coisa parecida
Não tem nada a ver com a nossa vida

Melhor terminar
Cada um por si
Um ponto final
Ás vezes é o começo e não o fim

Melhor terminar
Não tem mais arrepio
Café e amor
São duas coisas que não servem frio

Melhor terminar
Cada um por si
Um ponto final
Ás vezes é o começo e não o fim

Melhor terminar
Não tem mais arrepio
Café e amor
São duas coisas que não servem frio